Por que contratar um seguro para celular?

Você tem certeza de que suas informações pessoais no smartphone estão seguras? Veja como aumentar a segurança do seu aparelho e garantir sua privacidade.

Postado por Daniel Giovannetti em 17.07.2017 06:05:15 390 Por que contratar um seguro para celular? - Você tem certeza de que suas informações pessoais no smartphone estão seguras? Veja como aumentar a segurança do seu aparelho e garantir sua privacidade.

Você já parou para pensar que grande parte da sua vida está no celular? Fotos, anotações, mensagens amorosas, lembretes de afazeres, endereços, lista de amigos, telefones de mãe, pai, filhos e netos, aplicativos de banco e redes sociais, tarefas de trabalho, trajetos salvos nos mapas mostrando os caminhos que formam o seu dia a dia. Tudo ali, naquele único aparelho que consegue conter tantas informações a seu respeito. Veja abaixo as estatísticas de roubo de smartphone, apenas em São Paulo. É um número assustado e que exige da gente, o máximo de proteção. Afinal, não pagamos barato nestes aparelhos.

Agora já parou para pensar o que essas informações todas podem representar se caírem em mãos erradas? Então pense, porque com certeza o malandro qualquer que o roubar – ou encontrar mas não quiser devolver – vai saber exatamente o que fazer com tudo o que está ali. A única forma de se precaver contra isso é apostando na segurança do celular, além de contratar um seguro para celular, para que você usufrua de toda calma possível e necessária.

Se você acha que não precisa se preocupar, saiba que o número de aparelhos bloqueado por roubo ou perda e incluído no cadastro de Estações Móveis Impedidas entre janeiro e fevereiro de 2015 chegou a passar a marca dos 5 milhões. A cifra é equivalente à média de celulares vendidos por mês no terceiro trimestre de 2014, segundo a associação ABR Telecom – e 2% superior ao de dezembro de 2014. Dá o que pensar.

Se você pensar só no aparelho, provavelmente nem vai esquentar a cabeça, afinal gente esperta faz o seguro para celular assim que sai da loja e sabe que no prejuízo financeiro não vai ficar. Você também pode ter salvado tudo em nuvem e conseguir recuperar todos os seus dados para o telefone novo, é verdade. Mas a única forma de proteger suas informações é blindando o smartphone contra intrusos através de senhas e bloqueio pelo IMEI. Além do prazer de saber que quem está com ele não poderá usá-lo, você fica tranquilo sabendo que nada do que está ali poderá ser usado contra você ou alguém que você gosta.

 

Seja esperto e saiba como proteger seus dados

Na cidade de Albury, na Austrália, um policial encontrou uma maneira criativa de devolver um smartphone à dona que o havia perdido em uma festa na noite anterior. Ele e os colegas da delegacia onde o aparelho foi entregue postaram selfies e fotos de aparelho atrás das grades no Facebook da usuária, com piadinhas simpáticas alusivas ao fato de o celular estar completamente desbloqueado, sem nenhuma senha.

 

Sorte dela ter sido um policial muito gente boa, porque nem todo mundo é legal assim. Para evitar que casos deste tipo aconteçam, a primeira providência deve ser encontrar o número do IMEI, que todo mundo que tem celular pelo menos já ouviu falar. Ele é o International Mobile Equipment Identity, um número que aparece no chassi do aparelho e que é o equivalente ao seu CPF ou identidade: não há outro igual ao dele em todo o mundo.

Bloqueie seus aplicativos e aumente o grau de segurança

Outra forma de aumentar ainda mais o grau de segurança – inclusive contra engraçadinhos que gostam de fuxicar o celular alheio – é bloqueando seus aplicativos. A melhor forma de fazer isso é, justamente, através de outro aplicativo, como o Lockdown Pro, que impede, inclusive, que xeretas saibam que o aplicativo está bloqueado pelo dono: ele apresenta uma tela de “erro” quando alguém tenta acessar um app sem colocar a senha. De forma bastante parecida funciona também o aplicativo Smart App Block.

Já para quem tem o Lollipop (Android 5) é ainda mais fácil. Para isso basta procurar a opção “Segurança” as “Configurações” do aparelho. Ative o item “Fixação de tela” que aparecerá entre as opções e que provavelmente estará desativada. Clique na área ao lado dela e em “Sim” para iniciar o processo. Abra o aplicativo que quer bloquear como uso único. Um ícone de alfinete irá aparecer no histórico de apps abertos, clique nele para fazer o bloqueio. Para reverter o processo basta pressionar o botão “Voltar” e “Histórico” simultaneamente.

Lembre-se de estar sempre com o seguro em dia para não haver perda financeira, mas também de dificultar ao máximo o vazamento de suas informações pessoais, através de senhas e bloqueios, porque você nunca sabe o uso que poderão fazer delas.

Deixe seu Comentário